Posts Tagged ‘Social Media

30
Jun
10

Marketing B2B em Mídias Sociais

O poder dos Blogs e a Mídia Social no Marketing B2B

Forrester Research previu que em 2014 as empresas investirão cerca de $54 bilhões em mídias sociais.

A TopRank Marketing é um bom exemplo de empresa B2B que aproveita os blogs e mídias sociais para ações de marketing on line, fornecendo experiência de sobra para ser repassada. Sabemos que muitos profissionais de marketing B2B ainda não sabem seu lugar no mundo da mídia social, mas já atuamos nesse setor a mais de 6 anos e meio, e isso oferece as empresas que trabalhamos uma perspectiva única.

Trabalhando racionalmente com o desenvolvimento e implantação de estratégias via blog, planejamento de conteúdo, promoção, SEO (otimização de sites) e a inserção em outros canais de comunicação, como Relações Públicas e Networking, economizam tempo, recursos e potencializam resultados.

Estou baseando parte de minha estratégia de marketing B2B blogando? Sim. Esse tipo de ação em blogs é apropriada para todas as empresas que atuam em B2B? Não mesmo.

De acordo com o estudo da SEMPO, 35% das empresas B2B integram o marketing em mídias sociais com o marketing em procuras/buscadores. No estágio do SEO em que nos encontramos, essa porcentagem nos mostra grande margem de oportunidade para crescimento. Mesmo assim, em algumas das companhias que a TopRank trabalha, como a empresa Marketo, ocorreu um progresso considerável através do domínio do setor em que atuavam e experiência através do crescimento dos negócios, em parte, devido aos efeitos das ações aplicadas em blogs e SEO.

Decidir em começar um blog B2B ou adquirir um blog auditado existente é um pensamento a ser considerado. Você começará um blog porque a concorrência está o fazendo? Existem pessoas da empresa supervisionando o conteúdo e a promoção do blog? Os colaboradores de seu blog são antenados dinâmicos ou tediosos? Existe uma falta de comprometimento e comentários? Existem muitas razões para que um blog falhe, mas isso não significa que as ações em blogs não são a melhor idéia para a sua companhia. Pegue exemplos onde empresas obtiveram sucesso e compare para identificar o que você deixou de fazer ou se o seu o blog simplesmente não se encaixa a esse modelo.

Para os negócios que estão se distanciando dos blogs e mídias sociais, o Business.com Benchmark Study nos mostra números do mais popular sistema métrico de sucesso B2B em mídias sociais:

  • Tráfego na web – 68%
  • Reconhecimento da marca – 61%
  • Compromisso com prospecção – 60%
  • Compromisso com consumidores – 52%
  • Reputação da marca – 47%
  • Qualidade líder em prospecção – 40%
  • Receita – 38%
  • Qualidade líder em volume – 37%
  • Feedback de utilidade do produto – 26%

Três coisas que profissionais de Marketing B2B podem fazer para se dar bem em mídias sociais:

1 – Estabelecer um programa de escuta: monitoramento de marca é o dimensionamento mais comum para medir esforços em mídias sociais, mas estender esforços  para a Análise de Audiência e Pesquisa de Keyword Social também é uma grande ajuda para se aproximar do setor que se deseja engajar. Palavras “mais usadas – top” podem facilitar o marketing em tempo real ou o planejamento e SEO para editoriais de longo prazo.

2 – Oferecer para ganhar conteúdo: comprometimento para alinhar o conteúdo com procuras pessoais para também encontrar seus objetivos de marketing. Entendendo as necessidades do público alvo e descobrindo o conteúdo (otimizando por palavras-chave) que encontram as necessidades mas também facilitam a prospecção e oportunidades.

3 – Ferramentas para alavancar campanhas de marketing em mídias sociais: através de canais para otimizar a promoção do conteúdo social. Criando mídias múltiplas e conteúdos para uma promoção única para o mix de destinos sociais, muitas vezes consumidora e ineficiente se você deixar de usar algumas ferramentas. Exemplos de campanha de marketing em mídia social supervisionada por ferramentas que correspondem a análises: Awareness, SWIX, Sprout, Pop.to, WildFire, Objective Marketer, Spredfast e Socialtalk.

Muitos profissionais de Marketing B2B se movimentam  através da mídia social, mas eles não são tão sociáveis. Adam Singer falou recentemente sobre um mundo de diferenças entre o conteúdo produzido por direitos autorais que são bons para escritores e alguém que conhece a indústria, escrever bem e especialmente ter experiência como participante da comunidade da indústria social e blogs.

Profissionais de marketing B2B não precisam “fazer uma social”, eles precisam “ser sociáveis” e isso significa tempo e recursos para participação, análise e ação. Consumidores podem mostrar a diferença e tudo sobre a mensuração do comprometimento para gerar caminhos que também mostrarão diferenças.

Vi tudo isso >> AQUI << … li, gostei e traduzi. Espero que gostem!

28
Jun
10

Ikea na mídia social / Ikea on social media

—————–

Ikea + Facebook = Case de sucesso

Ikea, gigante sueca em móveis e decoração de baixo custo, arrasou com sua campanha on line via mídia social e faturou o prêmio Titanium em Cannes Lions 2010. A agência Forsman & Bodenfors, também sueca, criou a campanha que usa o Facebook como base e desenvolveu um excelente case de como utilizar as mídias sociais para comunicação.

A proposta era divulgar o lançamento de uma nova loja da rede, alguma coisa que atingisse as pessoas de forma natural utilizando uma ferramenta já existente. Para isso, o Facebook foi escolhido e uma ferramenta bem conhecida foi essencial: “taggear” pessoas em fotos.

A ação foi simples. Foi criada uma conta normal e fizeram o upload de 12 fotos do showroom da nova loja Ikea. A proposta foi a seguinte: as primeiras pessoas a “taggear” um produto levava.

Isso gerou um booommm enorme e em poucas horas milhares de pessoas já haviam “taggeado”. O pedido por novas fotos não parou de crescer, espalhando a notícia para milhões de pessoas no Facebook através das páginas pessoais, newsfeed e links.

Com isso, em vez de receber a comunicação através de um banner ou anúncio, as pessoas se tornaram promotores pessoais da Ikea, e através da assinatura do catálogo interativo a mensagem foi passada para milhões de pessoas.

Quer case de sucesso mais bem sucedido do que esse?! A campanha supriu a idéia central da estratégia de comunicação, atingindo um público enorme com baixo custo de investimento, pois a ação se tornou viral e eficiente através de uma ferramenta gratuita.

Whata good case, isn’t it? The main idea had hit the point, spreading the message for million on a low cost, cos the idea became viral and efficient by a fee tool.

Mais uma vez as ações em mídias sociais provando que vale a pena investir nesse segmento “novo” que não para de crescer.

***************************************************************************************************************

Ikea + Facebook = Success

Ikea, giant Swedish low cost furniture’s company, hit the success on its on line campaign by social media and own the Titanium’s award in Cannes Lions 2010. The advertising agency Forsman & Bodenfors, also Swedish, created a campaign using Facebook as base and developed an excellent case showing how to use social media to communicate.

The proposal was promoting a new Ikea store, in a way to reach people naturally using something that already exist on market. So, for that reason they chose Facebook and the “Tag” option.

The operation was simple. An average account on Facebook was created and uploaded 12 showroom’s photo. So, those people who tag something on that pictures would get it for free.

It was like a big booommmm. In few hours thousand of people had tagged something and other thousand were asking for more pictures, spreading the news for million on Facebook by profiles’ page, newsfeed and links.

Instead just looking to a banner with some furniture, people became Ikea promoters and by subscribing the interactive catalog the message was going to more and more people spontaneously.

Once again social media is proving that worth a lot investing on this “new” way, which is growing day by day.

21
Jun
10

Nike: Inteligência de Marketing / Marketing Inteligence

————–

A poderosa Nike, empresa de milhões por hora, gigante no mundo todo, patrocinadora de atletas e equipes de ponta em diversos segmentos, nunca economizou um centavo quando o assunto é “comunicação”. A marca investe pesado em ações de marketing e esse é um dos motivos para tanto sucesso.

Com campanhas hollywoodianas e memoráveis, a Nike causa um buzz gigante ao veicular qualquer campanha, mantendo seu status “top of mind” mundial.

Não foi diferente com sua nova proposta, especialmente lançada para a Copa do Mundo de futebol – “write the future” – a empresa mais uma vez foi brilhante em um comercial com versão estendida para internet e outra editada para TV. O melhor de tudo é a capacidade com que a Nike consegue acompanhar as mudanças no mundo da comunicação, e se adaptar a diferentes vertentes sem cair em armadilhas, comum a novas estratégias em ambientes desconhecidos. Estou falando das mídias sociais.

“Write the future” é um comercial que alcançou extremo sucesso em poucas horas, gerando milhões de views no Youtube, posts no Facebook, tweets, etc … essa interatividade que a mídia social oferece é fantástica e se for bem aproveitada, aumenta muito o poder de uma ação de marketing. Claro que a maior parte desse buzz foi espontâneo, afinal o comercial é muito bom, criativo e bem produzido, mas tudo isso pode morrer em poucos dias (depois que passa a sensação de novidade).

Ações paralelas, linkando diferentes meios de comunicação, garantem a continuidade e o sucesso da campanha. Como por exemplo uma ação outdoor que acontece agora na África: um painel de LED gigante foi instalado na fachada de um prédio em Joanesburgo. Esse painel de alta definição transmite imagens da campanha e mensagens de qualquer pessoa no mundo, que podem ser enviadas através do Facebook ou Twitter (olha só que irado no vídeo, muuuuito bom).

Essa interação de uma ação de marketing sendo apoiada por diferentes mídias só nos mostra que a Nike é uma empresa de visão, que acompanha o que acontece no mundo e está sempre presente no cotidiano de seus consumidores.

Mas apesar disso tudo, prefiro a Adidas hehehhhe … apenas questão de design =P

*Quer ver sua mensagem no todo mundo? Vá até o facebook “Nike ! write the future”, ou mande sua mensagem para o Twitter “@nikefuture” e participe =)

***************************************************************************************************************

The worldwide famous Nike, company of millions/hour, giant around the world, supporter of high level athletes and teams in different sectors, never saved a penny when we talk about “communication”. That brand put lots of money in marketing actions and this is one of the reasons of this success.

Always producing memorable campaigns, Nike buzzes up the media when a new ad is launched, keeping its “top of mind” everywhere.

It hasn’t been different on the new advertising specially launched for the World Cup – “write the future” – the brand was brilliant, once again, doing a version for TV and an extension for internet. The best thing of Nike is the capacity of following changes that happens in marketing environment, adapting to different situations avoiding mistakes that usually happens when something is new. I’m talking about social media.

“Write the future” is already a success and it became a hit few hours after shows up, turning this sensation in million of views on Youtube, posts on Facebook, tweets, etc … this interactivity that social media offers is fantastic if it’s well done, extends the buzz, gets more audience. Of course most of this buzz was spontaneous, cos the ad is very good, creative and well produced. All this investment can be dead after few days (when it’s not new anymore).

Additional shares, linking different medias, keeps the buzz around. As an example, a outdoor campaign is happening right now in Africa: a giant LED panel is located on a high building in Johannesburg. This HD panel shows some shots of the campaign mixing messages from any penson around the world, which can be sent by Facebook or Twitter (check the video out, fucking crazy).

This interaction being supported by different medias just show us that Nike is a company of the future, which always follow what happens around and its keep the brand inserted  on costumers daily.

Even though all this superiority, I prefer Adidas heheheh … just cos I like the design =P

*Do you wanna see your message on top of the world? Go to facebook “Nike ! write the future”, or send a message through Twitter “@nikefuture” and take part of it =)

21
Jun
10

Linkedin: Você sabe o que é? / Do you know what’s it?

Se você acha que Facebook, Twitter e Orkut (no Brasil) são representantes únicos da popularização das mídias sociais, você está completamente enganado.

Claro que são os mais famosos, junto com Youtube, MySpace, Blog, etc … mas um deles esta revolucionando o sistema de informações, quando se trata de comunicação empresarial – estou falando do Linkedin.

Linkedin é um serviço que conecta pessoas em um ambiente profissional, de negócios, onde você monta seu perfil baseado em: histórico escolar, especializações, trabalhos, habilidades, etc … (você também pode fazer o upload do seu CV).

Por esse motivo, um número cada vez maior de empresas e recrutadores estão utilizando esse serviço para contratações, para “achar” um profissional qualificado, uma vez que você pode detalhar suas experiências, projetos e receber indicações de outras pessoas.

Empresas também utilizam esse serviço para divulgar mensagens segmentadas, novos produtos empresariais, informações de negócios, palestras e cursos.

Outra opção surge para os investidores, que procuram incentivo financeiro, patrocínio, parcerias e/ou sócios.

Esse é um ótimo serviço (gratuito) que se torna cada vez mais influente, como podemos conferir nos gráficos abaixo. Uma ferramenta que transmite seriedade, que pode ser linkada com outras mídias e abre uma nova porta para o mundo da comunicação.

************************************************************************************************************

If you think that Facebook, Twitter and Orkut (in Brazil) are the only responsible for the popularity of social media increasing, you’re completely wrong.

For sure they’re famous, like Youtube, MySpace, Blog, etc … but one of them is revolutionizing the information system, when we talk about business – this service is provided by Linkedin.

Linkedin is a service which connects people in a professional environment, business, where you can set up your profile like: education and professional history, jobs you had done (or doing), special knowledge, experiences, etc … (you can also upload your CV).

For this reason, more and more companies and headhunters are using this service to hire people, to “find” a good employee, once you can write down your experiences, projects and get indications by other professionals.

Another option shows up for investors, who seeks a financial incentive, sponsorship and/or partnership.

For sure it’s a great service (for free) which is becoming more important, as we can see on those charts bellow. A tool that shows a serious environment, which can be linked on another medias and open up a new option for the communication’s world.

——————-

16
Jun
10

5 dicas de mkt p/ mídias sociais / 5 mkt’s tip for social media

Vagando pela internet achei esse texto, muito bem elaborado, sobre simples etapas de “como divulgar no mundo da mídia social”. São dicas preciosas para quem está se aventurando por esse meio de comunicação relativamente novo. Algumas informações podem parecer óbvias, mas em um meio onde os esforços de comunicação estão acostumados com a mídia tradicional, todo cuidado é pouco na hora em que se transmite uma mensagem através de uma ferramenta instável, de controle total do público alvo.

Vi tudo isso >> AQUI << … texto original em inglês, escrito por Roger Rae.

**************************************************************************************************************

I was surfing on internet and I found this article, well written, about simple steps showing “how to communicate in social media’s world”. There are precious tips for who’s starting, venturing, on this “new” marketing channel. Some information are obvious, but marketing directors are used to working on traditional media, so all precautions are welcome when strategies are being used in a unstable channel, controlled by users (target).

I read it >> HERE << … original text in English, written by Roger Rae.

————————————————

5 coisas que você deveria fazer para ser notado em mídias sociais

Conseguir ser notado em mídias sociais não é nada fácil, ainda mais quando você usa sites de relacionamento para divulgar sua marca, gerar vendas. Mesmo que as mídias sociais ofereçam oportunidades e benefícios para “donos de empresas”, a maior questão a ser respondida é como ser notado sem ser considerado um “spammer” e ser evitado por usuários, perdendo todos os benefícios desse meio de comunicação. Assim como as ações de comunicação em mídia social ainda estão evoluindo, os usuários de mídias sociais (diversas) também estão aprendendo sobre esse novo mundo. Aqui estão algumas dicas para ser notado e ouvido por sua audiência alvo em diferentes mídias sociais.

Mantenha sua mensagem simples – seu público não tem tempo para ler mensagens promocionais longas e complicadas, então é seu trabalho manter sua mensagem limpa e clara. Remova tudo o que não é importante para sua oferta. Uma mensagem complexa é difícil de ser recebida, compreendida e lembrada, portanto se torna menos eficaz.

Personalize – todo site de relacionamento (pessoal e profissional) é diferente, por isso possui um sistema diferente. A maneira com que seu público no Facebook pensa é completamente diferente do público alvo usuário do Linkedin (voltado ao networking/business). Portanto não se esqueça de personalizar suas mensagens de acordo com o meio que as veicula.

Faça disso o assunto deles – ninguém liga ou se interessa sobre seu produto, portanto não concentre as informações de sua mensagem sobre o que esta oferecendo, ou sua empresa. Sua mensagem deve se concentrar no que seu público necessita, no que procuram, e como seu produto pode ajudá-los. Use palavras como “você” e “seus” e relacione com os problemas e necessidades.

Reach out at the appropriate time– tenha certeza de que está divulgando sua mensagem no local e hora correta. O local correto depende do produto que você esta divulgando. Por exemplo: promover uma loja de música on line não é indicado para o Linkedin, você deve usar em mídias como MySpace. Da mesma forma que é difícil de achar um sócio para seu empreendimento no Facebook, você deveria usar o Linkedin.

Entendendo o melhor momento para divulgar – o melhor momento para divulgar sua mensagem para seu público alvo é quando precisam do que você oferece (por exemplo: quando estão efetuando uma compra e precisam de mais informações sobre a empresa). Pare de chatear as pessoas com incontáveis mensagens promocionais a toda hora. Isso só vai fazer crescer o ódio por sua empresa.

Mídia social é uma arte, e como toda arte, quanto mais você praticar, melhor você se tornará.

14
Jun
10

A importância das mídias sociais na comunicação atual

Vivendo no passado = trabalhar no passado: Como não “quebrar” sua marca como aconteceu com as relações públicas da BP Global.

– Aqui está o cenário para você:

  1. Vamos imaginar por um momento que você é uma das maiores e bem reconhecida marca do mundo.
  2. Agora também vamos imaginar que sua empresa/marca está passando por um momento de dificuldades com a opinião/relação pública por ter criado uma catástrofe econômica e ecológica de proporções bíblica.

– O que você faria?

No lado da comunicação, você deve criar um plano tão robusto quanto o próprio dano. Você poderia criar uma página no site da empresa para manter a população informada sobre providências que estão sendo tomadas, responsabilidades, fotos, vídeos, o que está sendo feito para resolver o problema e respostas de perguntas feitas por internautas. Para uma empresa de vários recursos, conexões poderosas e boa reserva financeira, não se deve economizar despesas: você contratará as melhores companhias de Relações Públicas, o melhor Web Designer, melhores advogados e os melhores profissionais de monitoramento de crise em comunicação do planeta, certo?

Bem, se você é a BP, sim … e não.

Se falando em ações tradicionais de web, temos que admitir que a BP fez um excelente trabalho. A página sobre o problema com o vazamento de óleo foi muito bem trabalhada, cheia de informações úteis. Ainda mais que é uma extensão da web page BP.com (tática inteligente). Todo mundo que entra no site da BP é redirecionado automaticamente para a página “do problema”.

Mas alguém da BP deve explicações para a diretoria, porque veja: em 2010, criar um site bonitinho para receber e controlar mensagens não é o suficiente. RP (Relações Públicas), direção de reputação on line/digital, diretor de crise, todos buscam mais experiência e entendimento da mídia em 2010, do que há 10 anos atrás. A Nestlé aprendeu isso quando o Greenpeace trouxe a empresa a seus pés usando o YouTube e Facebook. Profissionais de relações públicas não atualizados são úteis como sentinelas surdos e mudos. Você não pode defender a reputação de uma empresa se você não protegê-la, e você não pode protegê-la se não prestar atenção em sinais eminentes de problemas.

Enquanto os profissionais da BP estão enchendo o site oficial, a conta do Twitter e Facebook, de conteúdo sobre o ocorrido, alguém esta esquecendo duas etapas cruciais:

  1. A BP não deu a importância devida ao Twitter: Por exemplo @BPglobalPR “voltaremos em breve”. Esse setor da BP poderia colocar alguém (do marketing, legal, RP, etc…) para monitorar e garantir que a identidade da marca esta salva no mundo da mídia social … estranho isso acontecer, especialmente em 2010.
  2. Não parece que a BP esta monitorando os canais-chave corretamente: Sem querer definir o que são os “canais-chave” em um momento de crise e gerencia de reputação em 2010. Essa aparente falta de conexão desde o estado atual da mídia e a gerencia de comunicação trai o que é conhecido. Essa falta de atenção, similar ao que ocorreu com a Nestlé no início desse ano, é francamente uma surpresa, mostrando que ambas empresas se concentram e gastam em outros serviços de relações públicas e gerência da marca.

Caso em questão: a marca da BP foi seqüestrada no Twitter

O que está acontecendo é o seguinte: desde Maio/2010, alguém no Twitter com o pseudônimo de BPglobalPR, com um logo da empresa, está soltando “tweets” sobre a BP como se fosse a opinião da empresa. Alguns das mensagens são:

“Infelizmente admitimos que alguma coisa errada ocorreu no Golfo do México. Maiores informações estão por vir.”

Até aí tudo bem, nada de mais. Mas o pior está por vir.

“Estamos realmente preocupados com as conseqüências que esse desastre terá sobre a temporada de bikinis. O sol está lá garotas, corram para as praias.”

“O lado bom da coisa é que o vazamento contínuo do óleo dará as Américas a chance de ponderar o conceito de infinito. Abra sua cabeça galera.”

“Milhares de pessoas são atacadas anualmente por criaturas do mar. A BP está se dedicando a diminuir esse número. Vocês são bem vindos.”

“As pessoas estão tristes, então nós da BP estamos trabalhando sem parar para fazer cada vez mais “camisetas motivacionais”. Tweet #IwantMyBPtshirt para receber uma gratuita.”

“Por favor não pegue ou limpe o óleo das praias. Isso é propriedade da BP e nós vamos processá-lo.”

“Bom, acho que agora vocês entenderam o que está acontecendo.”

Muito engraçadinho, menos para a BP ou se esse for seu trabalho … é necessário ter certeza de que isso não ocorrerá. As mensagens obviamente são brincadeiras. Mas o que isso tudo diz a respeito sobre a equipe da BP nesse momento de crise? O que isso sugere sobre o interessa da BP em escutar seu público? Nisso tudo, o que explica sobre a comunicação da BP, gerência da marca e reputação do grupo de diretores? Vou deixar que essas perguntas sejam respondidas por vocês.

Hoje, minha maior dúvida é:

1 – Com milhões gastos em Relações Públicas, supervisão da comunicação, direção da marca, supervisão de reputação, etc … como uma brincadeira no Twitter passou pela monitoração e está rolando por mais de uma semana? Usando o nome e o logo da BP. Como? BP, vocês realmente não estão dando a mínima para o que acontece, ou ainda não entenderam que tudo mudou desde 1995? (Logo após uma entrevista fornecida pelo Adage, foi publicado o seguinte tweet: @yourMajesty – se você entrar em contato com o responsável, diga que estamos quase sem camisetas. #IwantMyBPtshirt … isso mostra que todas as perguntas precisam ser realmente analisadas).

2 – Compare a conta falsa da BP com a verdadeira. O que tem de errado com a verdadeira? Qual delas parece a verdadeira? Como isso pode acontecer?

*Recentemente a BP criou uma outra conta no Twitter, mais séria e parecida com o site oficial. (dica: não custa nada incluir no site o link para o Twitter – atualmente isso não existe).

**Como as coisas nesse mundo mudam muito rápido, o Twitter falso da BP já mudou para um logo preto e branco (como se estivesse manchado por óleo) e tem 26.850 seguidores.

3 – Como é que o Twitter falso têm mais seguidores (influência e alcance) do que o real?

Talvez a BP considere contratar quem está por trás da conta falsa. De todas as contas, parece que ele conseguiu compreender a dinâmica e como esse mundo funciona melhor do que os profissionais que estão sendo pagos. A lição é: se empresas gigantes como Nestlé e BP podem ser feitas de bobas facilmente – na era da web participativa – então talvez seja hora da comunicação corporativa se reequipar.

Cinco anos atrás fui entrevistado por uma grande empresa de relações públicas. Estavam interessados em falar comigo por causa do meu blog. Gostariam de saber como entrar e entender o mundo da comunicação por blogs. Alguns dos experientes profissionais me explicavam que “relações públicas” se tratava em controlar a mensagem, como sempre foi e como sempre deveria ser. E que a empresa nunca deveria mudar de curso, não importa quantas pessoas se tornassem “bloggers”. (Para isso respondi: Beleza, então porque estou aqui? Mas essa é uma história para outro dia). De qualquer forma, esse era o pensamento de uma das maiores empresas de relações públicas do mundo em 2005. Menos de 2 anos atrás, trabalhei com diretores de empresas top de mercado que tinham uma visão básica do que é o Linkedin, ZDnet, ou até mesmo o Twitter, e gerentes de mídia digital que nunca ouviram falar no WordPress.

Eu sei que para quem vive e trabalha em 2010 é difícil entender o que estou dizendo, mas é necessário compreender a significância dessa força de trabalho. A maioria das pessoas que tomam decisões de mercado em negócios, comunicação, relações públicas, estão 15, 10, 5 anos atrás de seu tempo.

No final, os cheques gordos continuam sendo pagos por belas apresentações em ppt, mas o resultado não evitam que as marcas entrem em apuros, pagando caro por um tipo de constrangimento que um garoto de 15 anos poderia evitar com 15 minutos de mensagens postadas no Twitter.

É inadmissível que profissionais dessa categoria não sejam atualizados, e esse é um problema que precisa ser resolvido. O tempo de pagar por “você se vira em mídias sociais” chegou ao fim.

Então aqui estão algumas dicas para evitar esse tipo de problema no futuro:

1 – Monitorar todos os canais de comunicação, não apenas os relevantes de 15 anos atrás. Se você pode investir em ferramentas “de alto padrão”, não economize. Se você não tem, existem versões “free”.

2 – Contrate pessoas que entendam o mundo da “mídia social”. Ou melhor, pessoas que passem o dia concentradas nisso. Se você trabalha em uma empresa de relações públicas, contrate alguém que entenda as mídias sociais. Se você utiliza uma empresa, solicite a contratação de um profissional dessa área. Mas evite quem “se converteu” para o mundo da mídia social 3 meses atrás. Evite títulos como “especialista em mídia social”, não existem “gurus ou especialistas”. Busque referencias aqui e ali para maior informação.

3 – Entenda que as variantes da mídia social depende da função. Um gerente de comunidade, por exemplo, pode não ter a experiência necessária para te ajudar a integrar a mídia social, mensurando resultados de campanhas. É bom lembrar que existem bons gerentes de mídias sociais, mas isso esta longe de ser uma solução que sirva para todos os problemas.

4 – Não deixe tudo para a ultima hora, invista nesse “novo” canal agora. Comece a analisar e ler sobre o que estão falando. Não precisa dizer nada. Apenas aprenda primeiro para depois poder atuar.

5 – Certifique-se de não deixar oportunidades para problemas como “fakes”.

Até que a BP entenda o que está acontecendo e se atualize, vou continuar me divertindo e seguindo o perfil falso sobre o vazamento de óleo.

***************************************************************************************************************

Vi tudo isso >> AQUI << … li, gostei e traduzi porque acho que são informações úteis não só para profissionais de comunicação.

07
Jun
10

Mídia Social: o que é isso? Como fazer?

Recebeu uma promoção no trabalho e não sabe o que fazer com ela? Veja aqui algumas dicas para quem “se enfiou” no mundo do marketing em mídia social sem saber muito do que se trata. Dá uma olhada:

—————————–

Ótima notícia: seu chefe acaba de definir que você será responsável por criar e manter as novas iniciativas da companhia em mídia social. Agora, igual a milhares de outros experientes profissionais, você experimenta o mesmo sentimento de “porque eu?” e logo após “como eu começo isso?”.

Primeiro de tudo, mídia social não é sinônimo de Twitter e Facebook. De acordo com Duct Tape Marketing, mídia social é o uso da tecnologia combinada com a interação social, criando ou co-criando um valor. Similar a outras campanhas de marketing, você tem que começar definindo audiência e organizando objetivos que possam ser mensurados.

Feito isso, a próxima etapa é determinar onde seu objetivo de audiência é aplicável, onde as chaves influenciadoras estão e como sua audiência recebe e espalha/compartilha informações.

A melhor maneira de responder essas questões é utilizar um programa de monitoração de mídias sociais e dependendo de seu orçamento, você pode utilizar um pago ou gratuito.

A próxima etapa é construir uma estratégia de acordo com o as informações que as ferramentas de monitoração lhe forneceram. Essa estratégia deve sempre incluir uma mistura de táticas que providenciarão suporte a campanha.

Essas táticas de mídia social podem incluir: blogs, Twitter, Facebook, YouTube, Flickr, etc …

O detalhe final é instalar uma ferramenta correta e eficaz de medição que possa rastrear o sucesso da campanha. Abaixo segue algumas métricas que podem ser usadas para medição:

  • Seguidores/Conexões
  • Impressões
  • Cliques
  • Vendas/Registros

Li tudo isso >> AQUI <<




Calendar

August 2017
M T W T F S S
« Jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Pages

Marcel’s Twitter

Vote aqui!

Flag counter

free counters
Uêba - Os Melhores Links
Link-Me
20 Minutos
LinkLog
Blogs S/A
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Colmeia: O melhor dos blogs