Posts Tagged ‘Mídias Sociais

30
Jun
10

Marketing B2B em Mídias Sociais

O poder dos Blogs e a Mídia Social no Marketing B2B

Forrester Research previu que em 2014 as empresas investirão cerca de $54 bilhões em mídias sociais.

A TopRank Marketing é um bom exemplo de empresa B2B que aproveita os blogs e mídias sociais para ações de marketing on line, fornecendo experiência de sobra para ser repassada. Sabemos que muitos profissionais de marketing B2B ainda não sabem seu lugar no mundo da mídia social, mas já atuamos nesse setor a mais de 6 anos e meio, e isso oferece as empresas que trabalhamos uma perspectiva única.

Trabalhando racionalmente com o desenvolvimento e implantação de estratégias via blog, planejamento de conteúdo, promoção, SEO (otimização de sites) e a inserção em outros canais de comunicação, como Relações Públicas e Networking, economizam tempo, recursos e potencializam resultados.

Estou baseando parte de minha estratégia de marketing B2B blogando? Sim. Esse tipo de ação em blogs é apropriada para todas as empresas que atuam em B2B? Não mesmo.

De acordo com o estudo da SEMPO, 35% das empresas B2B integram o marketing em mídias sociais com o marketing em procuras/buscadores. No estágio do SEO em que nos encontramos, essa porcentagem nos mostra grande margem de oportunidade para crescimento. Mesmo assim, em algumas das companhias que a TopRank trabalha, como a empresa Marketo, ocorreu um progresso considerável através do domínio do setor em que atuavam e experiência através do crescimento dos negócios, em parte, devido aos efeitos das ações aplicadas em blogs e SEO.

Decidir em começar um blog B2B ou adquirir um blog auditado existente é um pensamento a ser considerado. Você começará um blog porque a concorrência está o fazendo? Existem pessoas da empresa supervisionando o conteúdo e a promoção do blog? Os colaboradores de seu blog são antenados dinâmicos ou tediosos? Existe uma falta de comprometimento e comentários? Existem muitas razões para que um blog falhe, mas isso não significa que as ações em blogs não são a melhor idéia para a sua companhia. Pegue exemplos onde empresas obtiveram sucesso e compare para identificar o que você deixou de fazer ou se o seu o blog simplesmente não se encaixa a esse modelo.

Para os negócios que estão se distanciando dos blogs e mídias sociais, o Business.com Benchmark Study nos mostra números do mais popular sistema métrico de sucesso B2B em mídias sociais:

  • Tráfego na web – 68%
  • Reconhecimento da marca – 61%
  • Compromisso com prospecção – 60%
  • Compromisso com consumidores – 52%
  • Reputação da marca – 47%
  • Qualidade líder em prospecção – 40%
  • Receita – 38%
  • Qualidade líder em volume – 37%
  • Feedback de utilidade do produto – 26%

Três coisas que profissionais de Marketing B2B podem fazer para se dar bem em mídias sociais:

1 – Estabelecer um programa de escuta: monitoramento de marca é o dimensionamento mais comum para medir esforços em mídias sociais, mas estender esforços  para a Análise de Audiência e Pesquisa de Keyword Social também é uma grande ajuda para se aproximar do setor que se deseja engajar. Palavras “mais usadas – top” podem facilitar o marketing em tempo real ou o planejamento e SEO para editoriais de longo prazo.

2 – Oferecer para ganhar conteúdo: comprometimento para alinhar o conteúdo com procuras pessoais para também encontrar seus objetivos de marketing. Entendendo as necessidades do público alvo e descobrindo o conteúdo (otimizando por palavras-chave) que encontram as necessidades mas também facilitam a prospecção e oportunidades.

3 – Ferramentas para alavancar campanhas de marketing em mídias sociais: através de canais para otimizar a promoção do conteúdo social. Criando mídias múltiplas e conteúdos para uma promoção única para o mix de destinos sociais, muitas vezes consumidora e ineficiente se você deixar de usar algumas ferramentas. Exemplos de campanha de marketing em mídia social supervisionada por ferramentas que correspondem a análises: Awareness, SWIX, Sprout, Pop.to, WildFire, Objective Marketer, Spredfast e Socialtalk.

Muitos profissionais de Marketing B2B se movimentam  através da mídia social, mas eles não são tão sociáveis. Adam Singer falou recentemente sobre um mundo de diferenças entre o conteúdo produzido por direitos autorais que são bons para escritores e alguém que conhece a indústria, escrever bem e especialmente ter experiência como participante da comunidade da indústria social e blogs.

Profissionais de marketing B2B não precisam “fazer uma social”, eles precisam “ser sociáveis” e isso significa tempo e recursos para participação, análise e ação. Consumidores podem mostrar a diferença e tudo sobre a mensuração do comprometimento para gerar caminhos que também mostrarão diferenças.

Vi tudo isso >> AQUI << … li, gostei e traduzi. Espero que gostem!

16
Jun
10

5 dicas de mkt p/ mídias sociais / 5 mkt’s tip for social media

Vagando pela internet achei esse texto, muito bem elaborado, sobre simples etapas de “como divulgar no mundo da mídia social”. São dicas preciosas para quem está se aventurando por esse meio de comunicação relativamente novo. Algumas informações podem parecer óbvias, mas em um meio onde os esforços de comunicação estão acostumados com a mídia tradicional, todo cuidado é pouco na hora em que se transmite uma mensagem através de uma ferramenta instável, de controle total do público alvo.

Vi tudo isso >> AQUI << … texto original em inglês, escrito por Roger Rae.

**************************************************************************************************************

I was surfing on internet and I found this article, well written, about simple steps showing “how to communicate in social media’s world”. There are precious tips for who’s starting, venturing, on this “new” marketing channel. Some information are obvious, but marketing directors are used to working on traditional media, so all precautions are welcome when strategies are being used in a unstable channel, controlled by users (target).

I read it >> HERE << … original text in English, written by Roger Rae.

————————————————

5 coisas que você deveria fazer para ser notado em mídias sociais

Conseguir ser notado em mídias sociais não é nada fácil, ainda mais quando você usa sites de relacionamento para divulgar sua marca, gerar vendas. Mesmo que as mídias sociais ofereçam oportunidades e benefícios para “donos de empresas”, a maior questão a ser respondida é como ser notado sem ser considerado um “spammer” e ser evitado por usuários, perdendo todos os benefícios desse meio de comunicação. Assim como as ações de comunicação em mídia social ainda estão evoluindo, os usuários de mídias sociais (diversas) também estão aprendendo sobre esse novo mundo. Aqui estão algumas dicas para ser notado e ouvido por sua audiência alvo em diferentes mídias sociais.

Mantenha sua mensagem simples – seu público não tem tempo para ler mensagens promocionais longas e complicadas, então é seu trabalho manter sua mensagem limpa e clara. Remova tudo o que não é importante para sua oferta. Uma mensagem complexa é difícil de ser recebida, compreendida e lembrada, portanto se torna menos eficaz.

Personalize – todo site de relacionamento (pessoal e profissional) é diferente, por isso possui um sistema diferente. A maneira com que seu público no Facebook pensa é completamente diferente do público alvo usuário do Linkedin (voltado ao networking/business). Portanto não se esqueça de personalizar suas mensagens de acordo com o meio que as veicula.

Faça disso o assunto deles – ninguém liga ou se interessa sobre seu produto, portanto não concentre as informações de sua mensagem sobre o que esta oferecendo, ou sua empresa. Sua mensagem deve se concentrar no que seu público necessita, no que procuram, e como seu produto pode ajudá-los. Use palavras como “você” e “seus” e relacione com os problemas e necessidades.

Reach out at the appropriate time– tenha certeza de que está divulgando sua mensagem no local e hora correta. O local correto depende do produto que você esta divulgando. Por exemplo: promover uma loja de música on line não é indicado para o Linkedin, você deve usar em mídias como MySpace. Da mesma forma que é difícil de achar um sócio para seu empreendimento no Facebook, você deveria usar o Linkedin.

Entendendo o melhor momento para divulgar – o melhor momento para divulgar sua mensagem para seu público alvo é quando precisam do que você oferece (por exemplo: quando estão efetuando uma compra e precisam de mais informações sobre a empresa). Pare de chatear as pessoas com incontáveis mensagens promocionais a toda hora. Isso só vai fazer crescer o ódio por sua empresa.

Mídia social é uma arte, e como toda arte, quanto mais você praticar, melhor você se tornará.

02
Jun
10

Nova iniciativa em mídias sociais – by NBC

E a mídia social é a mais nova queridinha no mundo do marketing. Ninguém quer ficar de fora das oportunidades que são descobertas diariamente e empresas (de segmentos diversos) estão a procura de profissionais especializados nesse campo.

Especializados?

Por ser um meio de comunicação relativamente novo, ninguém sabe ao certo “o que fazer” para obter sucesso em um mundo controlado pelos consumidores. Ações comumente utilizadas pelo marketing tradicional as vezes não funcionam, então sai na frente quem tem a sensibilidade e percepção sobre mudanças, e adapta estratégias corretas aos meios pertinentes.

A NBC, gigante americana, acaba de lançar uma ação de fidelização através de redes sociais, juntando o Facebook, Twitter, MySpace e Foursquare.

Essa ação visa alavancar a lealdade dos telespectadores através de recompensas para quem os promove, interage ou debate sobre os programas da emissora de TV. Cada ação executada gera pontos, que podem ser trocados por ingressos esportivos, produtos da marca, previews de shows, etc.

Essa ação será chamada de “Fan it” e possibilitará que os telespectadores expressem seu amor/ódio por seus programas favoritos, e ao mesmo tempo será um novo meio para medição que combinará com outros meios tradicionais (como o Nielsen Media Research).

Isso pode resultar em novas culturas de marketing e publicidade, pois será possível medir a participação do consumidor, atividades virais, recomendações, interação e muitos outros indicadores promissores.

Fiz uma breve descrição de tudo o que li >> AQUI <<

31
May
10

Aprenda a investir em Mídias Sociais

Nascido na França, Olivier Blanchard é um BrandBuilder Marketing.

O que é isso? Ele é um estrategista que ajuda empresas a descobrir, construir, integrar, organizar e medir ações em Mídias Sociais.

Tá, mas o que é mídia social? Hummm, você pode não ser familiarizado com o termo, mas com certeza é cadastrado em uma.

Mídia social nada mais é do que o famoso Orkut, Facebook, Blog, YouTube, Twitter, etc. Praticamente, todo país tem um site específico, regional, como o Orkut praticamente dominou o Brasil por muito tempo, o StudyVZ na Alemanha e muito outros.

Bom, voltando a falar sobre o Olivier, o cara é o cara. Justamente porque conseguiu entender um campo que está em constante mudança (todos estão, mas não tão rápido como acontece na internet, ainda mais em mídias sociais). Prova disso é a forma com que ele consegue explicar, de forma divertida e simples, princípios do retorno de investimento em mídias sociais, ou seja, como convencer seu chefe a investir o budget nessa área.

Fiz a tradução da apresentação abaixo, mas é bem melhor acompanhar nos slides originais. Se quiser ver na integra é so clicar >> AQUI <<!

Quer convencer seu chefe a investir nesse novo mundo? Então uma olhada ai em baixo.

—————————————————

Basics of Social Media – ROI

Slide 2 – Mídia Social não é de graça.

Slide 3 – Requer pessoas

Slide 4 – Tecnologia

Slide 5 – e Tempo

Slide 6 – … que são recursos limitados (nós temos … pedras)

Slide 7 – Esses recursos são o total do budget. Cada recurso tem um custo específico e produz um resultado específico (Head Count, e-mail marketing, advertising, public relations, etc …).

Slide 8 – Esses recursos geram 100% dos negócios. Perdendo, mesmo que 1%, da eficiência do budget investido poderia arruinar o dia seriamente.

Slide 9 – “Ok, legal, eu vou dar uma chance para esse tal negócio de mídia social. É melhor que isso faça algum sentido para os negócios. Porque eu deveria direcionar recursos para isso?”

Slide 10 – Razão 1: isso vai reduzir custos. “Talvez no serviço ao consumidor? Você falou alguma coisa sobre Pesquisa de Mercado e inteligência mercadológica?”

Slide 10 – Razão 2: vai gerar mais receita. “Eu quero mais transações, mais consumidores on line, mais fidelização do consumidor, etc …”

Slide 11 – Agora vai procurar qual programa temos que cortar para achar esse negócio de mídia social.

Slide 12 – Então qual dos baldes temos que esvaziar para encher o novo? (Entendendo que um programa de fundos para mídias sociais não aparece do nada).

Slide 13 – Diga ola para a “Justificação de Negócios” – ROI

Slide 14 – ROI = Return of Investment

Slide 17 – ROI é um sistema métrico de negócios, não um sistema métrico da mídia. O ROI é 100% do agnóstico da mídia, porque só medindo o digital ou social não vai levar a lugar nenhum.

Slide 18 – Lembrando o que o chefe falou: “Razão 1 = redução de custo e Razão 2 = geração de receita”.

Slide 19 – “Reduzi 20% do meu PR budget e mais 40% do chamado orçamento vinculado. Agora eu posso sonhar com um departamento de mídia social. Por diabos, posso realizar isso?”

Slide 19 – “Ok, fodão. Você terá seu departamento de mídia social com os melhores. Mas é bom você me mostrar resultados, se não …”

Slide 20 – “Uhuuu, eu tenho um trabalho” … Gerente de Mídia Social

Slide 21 – “Galera, estamos nisso … vamos começar a participar.”

Slide 22 – Depois de 1 mês … “Legal!”

Slide 23 – “Jeeeezuis … olha quantas visitas tivemos em nosso site. E todos esses amigos no Facebook. Caceta … temos até comentários no blog. E os tweets …”

Slide 24 – “Isso está indo bem. Nunca fiz nada tão direito.” … Gerente de Mídia Social

Slide 25 – Depois de 3 meses … “Leeeegal”.

Slide 26 – “Monitoramento para base … monitoramento para base … nosso Google Analytics está no teto … até as menções sociais estão estranhamente bem … nós estamos decolando”.

Slide 27 – “Medição da mídia realmente alegra meu mundo” … Gerente de Mídia Social

Slide 28 – Depois de 6 meses … “Alguma coisa? Não! Nada!!”

Slide 29 – “Qual o humor do chefe hoje?” … “Não muito bom. Ele não liga se temos mais visitantes on line ou quantas visualizações tivemos, a não ser que isso signifique que vendemos mais coisas.”

Slide 30 – “Mais por que chefe? Nosso website está indo muito bem e já temos mais de 3 mil seguidores no Twitter.”

Slide 30 – “ Me desculpa, mas não estamos vendo seu programa de Mídia Social gerar nenhuma receita. Temos que direcionar nossos recursos para áreas que façam dinheiro.”

Slide 31 – “Merda. Esse negócio de medição de mídia não esta funcionando. Nós temos que prender esse negócio na medição atual. Onde começar? Vamos ver isso do começo …”

Slide 32 – As coisas acontecem em seqüência = Investimento ($$$) >> Ação >> Reação >> Impacto não financeiro >> Impacto financeiro ($$$)

Slide 33 – Não impacto financeiro ainda não é o ROI.

Slide 34 – Tipos de impactos não financeiros: reclamações de consumidores, cupons distribuídos, acessos ao YouTube, comentários no blog, seguidores no Twitter, etc …

Slide 35 – Impacto não financeiro = Potencial … “O investimento retorna relacionamento” >> a ação, reação e não impacto financeiro são importantes, mas o ROI não vive lá.

Slide 36 – ROI = Potencial atualizado … a medição do ROI está no impacto financeiro.

Slide 37 – Lembrando o que o chefe falou: “Razão 1 = redução de custo e Razão 2 = geração de receita”.

Slide 38 – “Preciso provar que o que estou fazendo esta funcionando” … Comece comprovando o conceito.

Slide 39 – Primeira etapa: estabeleça uma linha de base relacionando o antes e depois das ações em Mídias Sociais e as mudanças no banco de dados.

Slide 41 – Segunda etapa: crie uma linha de tempo ativa, ilustrando as ações e mudanças decorrentes.

Slide 44 – Terceira etapa: mostre as receitas por vendas por períodos, transações e novos consumidores.

Slide 47 – Os dados de transações precisam ser específicos, portanto use o F.R.Y = Freqüência, Alcance e Rendimento.

Slide 47 – Com que freqüência os consumidores fazem transações? Quantos novos consumidores estamos conseguindo? Quanto eles gastam?

Slide 48 – “Os últimos números indicam que nossas vendas cresceram mais de 60% e transações individuais dobraram. Alguma coisa está funcionando.”

Slide 49 – Quarta etapa: Medição de precursores transacionais (menção negativa/menção positiva, tráfego na loja e origem de visitas).

Slide 52 – “Nós alcançamos todas as metas estipuladas desde que nossas ações em Mídias Sociais começaram. Nossas visitas estão altas, menções também. Parece que todos nos amam.” … “Isso tem algum sentido?”

Slide 53 – Quinta etapa: Sobreponha todos os dados.

Slide 54 – Sexta etapa: Olhe e estude todos os padrões.

Slide 56 – “Quanto tempo essa analise vai demorar?”

Slide 56 – “Isso é um processo de eliminação. Vão isolar as informações padrões, qualificá-los, provar ad-hocs … e então, descobrir quais foram os custos da economia, receita dos ganhos e colocar tudo em uma equação.

Slide 60 – Primeiro de tudo: prove que ações em Mídias Sociais funcionam.

Slide 61 – Use o que você sabe para fazer funcionar melhor. “Então isso mostra que nosso programa de Mídia Social impacta em todos os aspectos do negócio, exceto no tráfego das nossas lojas de construção. Você consegue descobrir isso? Temos que descobrir porque ainda não afetamos essa área.”

Slide 63 – “Finalmente, alguém com dados reais para que eu possa analisar. Bom trabalho!”

Slide 64 – “Então parece que nosso programa de Mídia Social vai durar por mais algum tempo, não?” … “Sim senhora. Parece que nosso budget está salvo por enquanto”.

Slide 65 – “Bebidas para todos” … Gerente de Mídia Social




Calendar

August 2017
M T W T F S S
« Jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Pages

Marcel’s Twitter

Vote aqui!

Flag counter

free counters
Uêba - Os Melhores Links
Link-Me
20 Minutos
LinkLog
Blogs S/A
Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!
Colmeia: O melhor dos blogs